segunda-feira, 6 de julho de 2009

Quero ser como um pássaro... já fui!!!!

Voar...

Nunca tinha percebido muito bem a paixão por voar, por querer ser como as aves. Era engraçada para mim a história de Icaro, ou a paixão de Leonardo Da Vinci pelas maquinetas voadoras.
Agora já sei, já pecebi qual é a sensação e apaixonei-me absolutamente.

Saltei de paraquedas!!!!
Fiz um Tandem (isto é um salto com um monitor), saltei dos 12mil pés.
É uma experiência absolutamente indescrítivel. Vale a pena cada segundo, cada momento e cada euro dispendido.

Imaginem....

Um aviãozinho pequeno em que quadro pessoas vão encaixadas tipo lego. O avião balança a cada rajada, teima em descolar e lá vai. Circunda, ganhando altitude, o aerodromo, revelando uma paisagem de retalhos em tons de verde.

Doze mil pés!!!! Abre-se a porta!!! O monitor espreita para ver onde estamos.
MEU DEUS!!!!
Tudo é muito pequeno lá em baixo, e tudo está tudo muito pequeno lá em cima.
Saltam os companheiros de viagem com um sorriso nos lábios, prontos para mais uma experiência de pura adrenalina. Coloco-me na posição de saída do avião, braços cruzados ao peito e lá vai....... seja o que o divino quiser.

É o verdadeiro salto de fé.
Acreditar que o paraquedas abre, acreditar que a pessoa a quem vamos acopulado sabe o que está a fazer, entregar a nossa vida a outro, acreditar que somos capazes e que vamos tirar o melhor partido desta experiência,

Sair do avião e sentir a gravidade a puxar-nos a toda a velocidade para o chão. Uma pressão imensurável, um barrulho ensurdecedor. Pensar em tudo aquilo que nos foi ensinado, visto e revisto antes da partida.
Subitamente um puxão enorme para cima, o silêncio, a paz, a contemplação do que está à nossa volta.
O paraquedas abriu, fixe!!!
Não se pensa nisso, fica-se pura e simplesmente deslumbrado por tanta beleza, por todas as emoções inexplicáveis, porque nunca sentidas.
Mais de 5 minutos a planar, a brincar, aos circulos, às piruetas, e a pensar como o engenho do homem e a criação divina se encaixam na perfeição. Digo ao monitor: agora já sei o que é ser pássaro!!!

Voar..... uma sensação de liberdade extraordinária!!!

Aterrar!!!!

E a incapacidade de contar o que se viveu. É preciso tempo para digerir tanta sensação, tanta emoção, tanta informação! E gerir toda a adrenalina.

Saltar é uma expriência única, inanarrável. Sem palavras, dificil de descrever. É algo que todos deviamos fazer, pelo menos uma vez na vida. É absolutamente fenomenal, fantástica, digna de todos os superlativos. É um teste supremo ao medo, ao controlo das emoções, à racionalidade e ao instinto de sobrevivência. É deixar-nos embalar, pegar ao colo pela natureza, fluir com as energias do universo.

Greathings
From the Air

NSAS

4 comentários:

DiNiS, o Rei dos Botões disse...

Espetacular...Fico muito feliz que tenhas gostado e ainda mais porque agora percebes e te identificas com a minha maluqueira,com todos os Kms feitos e fds fora pelo prazer de sair de um avião a 12mil pés e voar um bocadinho de cada vez.

Espero em breve poder fazer o que não consegui e não pude desta vez que é sair do avião ao mesmo tempo que tu...

Beijocas dos meus parcos 21 saltos e 16min de QL (acumulados, claro!!!)

DiNiS

PS - Já sabes porquê que os pássaros cantam???

no way jose disse...

told u so... ;)

Cátia disse...

Ainda bemmmmmmm!!! Fico mto contente k tenhas adorado e que tenha corrido tudo bem!!!
Acredito que seja dificil descrever o k se sentem... so mesmo quem passa pela experiencia pode saber!!!
Quem sabe um dia... eu tb possa saber :P
Beijinhooooooossss e espero k um dia ultrapasses o record do Bruno :P:P:P

Patricia disse...

pronto... e com esta estou um bocadinho mais convencida... é sempre bom ler outras opiniões para além da dos maluquinhos das alturas... fica o registo e os parabéns pela coragem (que eu ainda n tive) e o obrigada pela partilha...